50 formas de pensar de uma CARMELITA – Santa Tereza dos Andes

Óleo_conmemorativo_de_la_Beatificación_de_Santa_Teresa_de_Los_Andes,_Parque_O'Higgins_de_Santiago1) Meu espelho a de ser Maria. Visto que sou filha devo parecer-me com Ela e assim parecerei com Jesus.

2) Uma alma unida e identificada com Jesus pode tudo. E parece-me que só pela oração se pode alcançar isso.

3) A contemplativa é imolada como uma Hóstia viva: em silêncio. Sua ação, sua obra redentora não é acaso semelhante a de Jesus Hóstia viva? Ela salva as almas pela oração e o sacrifício. Atrás das grades de seu claustro, escondida, esquecida pelo mundo, ela detém a justiça de Deus. Ela é a seiva por onde Deus faz circular a sua graça nas almas.

4) O amor é a força que ajuda a fazer aquelas coisas pelas quais se sente mais repugnância.

5) Quando se ama tudo é alegria, a cruz não pesa, o martírio não se sente, vive-se mais no Céu que na terra.

6) Tudo que vejo leva-me para Deus. O mar em sua imensidão faz me pensar em Deus, em sua infinita grandeza. Sinto então sede do infinito.

7) O esquecimento de nós mesmos, fazendo desaparecer o eu , que é o deus que adoramos interiormente, custa arrancá-lo, e ele nos arrancará gritos de dor. Mas Jesus pede esse trono e é preciso dar-lhe. A caridade há de ser a arma para combater esse deus.

8) A carmelita tem sua cela separada. Ali é onde penetra como num templo para sacrificar-se. Nela há uma Cruz sem Cristo. É essa a Cruz onde ela deve morrer. Nesse templo só ela penetra. Está reservado só para Deus e a alma.

9) Tudo é simplicidade e alegria no Carmelo, e cada uma se esmera para dar de sua parte o quanto possa alegar suas irmãs. Verdadeiramente é um encanto viver no meio de santas irmãs, pois todas não formam senão um só coração.

10) O Céu é a posse de Deus. No Céu contempla-se a Deus, adora-se e ama-se a Ele. Mas para chegar ao Céu é preciso desprender-se da Terra.

11) A oração é um canto de amor. Faça oração. Pense tranquilamente em quem é Deus, quem é você e tudo o que você deve a Ele.

12) Na forja da dor lavram-se as almas. Jesus envia este presente às almas que mais ama.

13) Tudo é silêncio, harmonia, unidade em Deus. E para viver Nele é necessário simplificar-se, ter apenas um pensamento e atividade: o Louvor.

14) Deus se revela e se descobre, cada vez mais, à alma que o busca sinceramente e que deseja conhecê-lo para amá-lo.

15) Eu gostaria de fazer compreender às almas que a Eucaristia é um Céu, posto que o Céu não é senão um Sacrário sem portas, uma Eucaristia sem véus, uma Comunhão sem fim.

16) Viva em Deus pela fé. Tudo muda quando se fixa esse Sol Divino. Que a fé seja lente que descubra seu Criador. Uma alma com fé tem tudo, porque tem Deus. Os sofrimentos se transformam com a fé.

17) Lembre-se de que se não formos bons e não fizermos o bem, não seremos felizes nem nesta vida nem na outra.

18) Eu sou a pessoa mais feliz. Já não desejo nada porque meu ser está saciado com o Deus-amor.

19) É preciso ser humilde, porque sem a humildade todas as demais virtudes são hipocrisia.

20) Confie tudo a Santíssima Virgem. Reze-lhe sempre o Terço para que Ela guarde, não só sua alma, mas também seus assuntos.

21) Como a morte chega de surpresa quando não se pensa que há uma eternidade depois dela!… O melhor é viver em paz com Nosso Senhor, de modo que, se a morte chegar de repente, não nos surpreenda nem aterrorize.

22) O inferno deixa-me gelada. Mas só uma coisa me causa mais horror que tudo o mais e é o que disse Santa Teresa d’Ávila: “Os condenados não amam”. Oh! Como sofrerá o coração humano, então, pois Deus o criou para Ele. Odiar a Deus é o maior suplício.

23) Quando mais amamos, mais necessitamos e desejamos o sacrifício.

24) A nossa vocação tem por objeto o amor, que é o que de maior possui o coração do homem. Esse amor é uma fogueira onde a alma se consome e se funde com seu Deus. Essa fogueira não deixa nada em sua passagem, tudo há de desaparecer para se unir ao fogo infinito de amor que é Deus.

25) É fome, é sede insaciável a que sinto de que as almas busquem a Deus.

26) Essa é a vida verdadeira: amar a Deus e glorificá-lo aqui na Terra para fazê-lo, depois, na eternidade.

27) Deus conta e recolhe os espinhos de seu caminho, para mudá-los e transformá-los em pedras preciosas com que um dia te coroará no Céu.

28) A confiança é o que mais agrada a Jesus. Se confiamos no coração de um amigo que nos ama, como não confiar no Coração de um Deus, no qual reside a bondade infinita, da qual a bondade das criaturas é uma pálida sombra? Desconfiar do Coração de um Deus que se fez homem, que morreu como um malfeitor na Cruz, que se dá como alimento a nossas almas diariamente para fazer-se um com suas criaturas, não é um crime?

29) Lancemo-nos com nossas faltas e pecados no abismo, no oceano de misericórdia. Jesus se compadece de nossas misérias, conhece a fundo nosso pobre coração. Assim, pois, não temas, porque o temor seca o amor.

30) Enquanto não modelar o meu amor e gosto com o Coração do meu Mestre, não poderei chegar à união com Deus dentro de minha alma.

31) Sejamos Hóstia de louvor a Santíssima. Trindade. Como? Cumprindo a cada instante a vontade de Deus.

32) Nosso Senhor quer que me deixe guiar inteiramente pelo Espírito Santo. Minha vida deve ser louvor contínuo de amor.

33) O ideal é chegar à união com Deus – já que nisto consiste o Céu: em possuir a Deus. Logo, aquilo que aqui na Terra nos leva mais rapidamente a essa posse, isto será o mais perfeito.

34) O sofrimento não me é desconhecido. Nele encontro minha alegria, pois na Cruz se encontra Jesus e Ele é amor. E o que importa sofrer quando se ama?

35) Compreendo que por meio dos sofrimentos hei de me assemelhar a Jesus Crucificado, eis aqui meu único ideal.

36) Cada dia que passa compreendo melhor que “só Deus basta”. Esta é a máxima que tenho sobre a minha Cruz. Que seja também a sua. Busque a Ele e encontrará tudo.

37) A fé indica-nos a fonte onde nascem os sofrimentos. É o amor de Deus que prova, acrisola e purifica a alma. Quando sofrer, olhe para Jesus, pois você está participando da sua Cruz. Viva abandonado à sua santa vontade. Desse abandono nasce a união.

38) Viver sempre muito alegres. Deus é alegria infinita.

39) Sempre esperei e confiei que morreria com todos os Sacramentos, porque nunca abandonei seu Escapulário do Carmo.

40) Quem pode me fazer mais feliz do que Deus? Nele encontro tudo.

41) A única coisa que te deve preocupar é conhecer a Jesus para amá-lo. Se você consente enamorar-se por Dele, saberá mais tarde segui-lo onde sua vontade divina te indicar.

42) Vá a Jesus como ao amigo mais íntimo e conte-lhe tudo o que passa em sua alma. Ninguém como Ele penetra seu coração, porque Ele vê com luz e poder infinitos e dá o remédio. Ademais, ninguém como Jesus o ama tanto, posto que deu a sua vida para dar-lhe o Céu.

43) Como gostaria que visses e compreendesses a felicidade que se desfruta sendo religiosa. Acredite em mim: – sinceramente te digo – não é a Terra, mas o Céu que se vive no Carmelo. Já estou fora de todas as preocupações e exigências sociais. Aqui não existe dissimulação. Tudo é confiança e simplicidade. Como sou feliz!

44) Seja muito fiel em fazer aquilo que o Senhor te inspira, mais ainda se são coisas pequenas. A vida religiosa é uma série de coisas pequenas, as quais feitas com perfeição, engrandecem a alma.

45) É preciso o sacrifício, a renúncia de nossa vontade própria para chegarmos à união completa com Nosso Senhor.

46) Jesus disse que ninguém ama como aquele que dá a vida por um amigo. Damos a Ele nossa vida, fazendo morrer o homem velho, renunciando a buscar-nos a nós mesmos, agindo não pelo que gostamos, mas por aquilo que é vontade de Deus.

47) Vivamos na Cruz. A Cruz é abnegação de nossa vontade. Na Cruz está o Céu, porque ali está Jesus.

48) O melhor é amar a vontade de Deus. Ali encontramos a Cruz melhor do que em qualquer parte. Ali cresce retamente esta árvore bendita, sem impedimento, pois é sem a nossa escolha, sem satisfação alguma. Você sente esse amor pela divina vontade em sua alma?

49) Tudo no Carmelo se faz com alegria, porque em todas as partes temos a nosso Jesus que é nosso gozo infinito. Tudo está impregnado de sua Divina Presença. Respira-se Deus, por assim dizer, em tudo. O Carmelo é um Céu.

50) Jesus é o único atrativo de minha vida! Você compreende a linguagem da Cruz? É nela que se efetua a transformação da alma em Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *